Primeiras Impressões Os Sete Reinos de Olivarum e a Princesa de Ônix

(Capa temporária)

A Autora disponibilizou três capítulos para as Primeiras Impressões.

O livro começa com a explicação da divisão dos Setes Reinos que são: Diamante, Esmeralda (que está no meu coração), Safira, Rubi, Jaspe, Ônix e Pérola. A divisão foi feita pela Trindade Criadora que é formada por três deuses nunca visto antes.
Nos capítulos seguintes vemos que a Princesa Amie, no seu aniversário de 18 anos teria que fazer uma magia à qual aprendera na escola, mas tem um porém ela esta insegura e nada feliz com a festa. Na hora da magia o desejo dela sumir dali é tão forte que ela desaparece da festa e cai em um lugar nada conhecido por ela...

O livro é em terceira pessoa, com ele fluindo rápido. Com as poucas páginas os três capítulos são um convite para conhecer mais a fundo as aventuras da Princesa Amie e deixando minha vontade de ler ele inteiro só aumentando. O mais interessante dele é ver as misturas de Fadas, com bruxos, lobos, vampiros, sereias, feiticeiros e anjos.
Amo o gênero fantasia e estou apostando boas fichas nessa obra e também vejo que terei personagens favoritos.



A Autora Jadna Alana terá seu livro lançado em Agosto pela editora coerência e isso alegra nossos corações não é mesmo!

Resenha Sentindo a Vida

Livro: Sentindo a Vida
Autor: Guto Cariello
Páginas: 218

Gênero: Autoajuda/Crônicas
Editora: Chiado


Sinopse:

Sentir a vida é um exercício que nos estimula a perceber a necessidade de refletir constantemente sobre o curso e os detalhes de nossas existências. Através dos 87 temas que compõem esta obra, o leitor sentirá a indispensabilidade de meditar sobre questões essenciais que discutem a busca do equilíbrio e da evolução individual e coletiva. GUTO CARIELLO convida seus leitores a ponderar suas próprias realidades a fim de despertar para a urgência do progresso humano. O Amor e a esperança são os princípios que norteiam o maior propósito deste trabalho: semear e cultivar dias melhores para o mundo do qual somos os principais agricultores.



"Apaixone-se: O grande desafio, então, é justamente ser capaz de prezar por tudo o que temos de mais valioso em nossos caminhos."

Como o nome já diz Sentindo a Vida contém 87 crônicas com mensagens diferente para cada sentimento e atitudes que temos. Nele lemos sobre assuntos de Equilíbrio, Compartilhe, O Amor...
Esse é um livro para refletirmos, para aqueles dias tristes ou quando estamos pensativos e com dúvida.


"Não há escola mais perfeita do que o próprio viver."

São mensagens lindas que trazem conforto e muito ensinamento para levar no dia-a-dia.
Uma das características que gostei no livro foi as datas em cada capítulo. Traz uma aproximadamente maior do autor para os leitores.
As páginas são amareladas e com uma fonte muito boa para a leitura correr bem e rápido. Recomendo muito a leitura, não vão se arrepender!


"Sem tais companhias, sem mesmo até a presença dos chamados 'inimigos', nossa evolução seria impossível."

Resenha Alice no País das Armadilhas

Livro: Alice no país das armadilhas
Autor: Mainak Dhar
Páginas: 256
Genêro: Fantasia

Editora: Única

4,3 🌟

Sinopse:

O planeta Terra foi devastado por um ataque nuclear, e boa parte de sua população se transformou em Mordedores, mortos-vivos que se alimentam de sangue e, com sua mordida, fazem dos humanos seres como eles.
Alice é uma jovem humana de 15 anos que mora no País das Armadilhas, nos arredores da cidade que um dia foi Nova Déli, na Índia. Ela nasceu nessa nova realidade aterrorizante e teve de aprender a se defender sozinha desde cedo.
As coisas mudam quando Alice decide seguir um Mordedor por um buraco no chão: ela descobre a estarrecedora verdade por trás da origem das criaturas e se dá conta da profecia que ela mesma está destinada a consumar — uma profecia que se baseia nos restos chamuscados do último livro encontrado no País das Armadilhas, uma obra chamada Alice no País das Maravilhas .
Uma mistura incomum de mitos, teorias conspiratórias e Lewis Caroll, Alice no País das Armadilhas pode parecer mais uma história de zumbi, mas é uma metáfora instigante de como tendemos a demonizar aquilo que não compreendemos.


Alice tem 15 anos e o único mundo que ela conhece é o depois da insurreição. Ela mora no País das Armadilhas onde um dia foi Nova Déli, na Índia.Seus brinquedos eram as armas que a defendia e sua área de lazer era onde confrontava os Mordedores (zumbis).Alice decide seguir um deles no seu esconderijo e é aí que começa sua jornada pela verdade. Alice tem que escolher se fica do lado dos humanos ou dá Rainha dos mordedores.

Esse livro é uma metáfora dá história Alice no país das maravilhas com o autor usando o mundo dos zumbis.

Confesso que nunca li um livro com zumbis na trama, mas foi uma leitura legal, fácil de entender, com muitas reviravoltas e confesso que não quis largar ele. O livro é escrito em terceira pessoa.A capa me atraiu muito, suas folhas amareladas e uma fonte boa para se ler.Ele tem continuação (ainda bem, porque eu já estou com saudades da Alice) que se chama Alice e as armadilhas do outro lado do espelho e a editora confirmou o terceiro. Recomendo esse livro para aqueles que gostam de apocalipse zumbi, distopia ou para aqueles que querem começar a ler esses gêneros.

Espero que gostem. Beijos e até a próxima!!


Resenha Um passeio no jardim da vingança


Autor: Daniel Nonohay
Páginas: 301
Gênero: Ficção científica / Suspense e Mistério
Editora: Novo Século
Avaliação: 3,5/5

Sinopse:
Seja bem-vindo ao nosso futuro!

As grandes cidades convivem com a divisão entre as “zonas vigiadas” e suas periferias. O uso de drogas e medicamentos é disseminado, sendo controlado por laboratórios. Implantes cibernéticos são uma realidade, aumentando capacidades e aptidões, como a de memória, para aqueles que conseguem arcar com os custos. Religiões e grupos terroristas alimentam-se do descontentamento e das diferenças sociais.

Venha acompanhar a história de Ramiro, um advogado que perdeu o prazer de viver. Depois de quase ser morto, tenta retomar a rotina profissional e dar sentido ao que restou da sua vida. Em litígio com os sócios do escritório, parte como caçador em busca de uma vingança que o acabará transformando em caça.

Perseguido, doente e sem recursos, a sobrevivência de Ramiro dependerá da sua capacidade de improvisação, do seu conhecimento de sistemas de dados e das aptidões adquiridas com dois implantes cerebrais, que lhe permitem acesso à “rede” e aumentam a sua memória.

Um Passeio no Jardim da Vingança é um suspense denso, com personagens marcantes e amorais, que dão à narrativa múltiplos pontos de vista e linhas cronológicas, e onde a ficção científica é um pano de fundo para uma história na qual o personagem principal é a natureza humana.


 Ramiro é um advogado que trabalha na empresa em que é sócio. Em um dia de audiência em que Ramiro estava para cobrir as férias de outros, enquanto o juiz ouvia o outro advogado, ele estava disperso em seus pensamentos foi quando o réu se levantou e mostrou debaixo de sua roupa uma bomba, depois disso não se viu mais nada.
 Ramiro foi o único sobrevivente. Depois de um tempo no hospital e finalmente em casa ele decide voltar ao trabalho só que no mesmo setor onde trabalhava no começo da sociedade, porém seus sócios não aceitaram isso e Ramiro fica com uma desconfiança enorme deles.
 Ramiro tem um implante cibernético na cabeça onde prolonga e aumenta sua capacidade de memória e tem acessos a informações e outras tecnologias.
 Ele é casado com Amanda e suas relações são diferentes. Ele sabe que ela o trai e virse e versa. Sua esposa é uma personagem que marcará bastante a leitura principalmente depois dá segunda parte do livro.

"Entregar-se totalmente á  navegação pelo implante era como fluir numa onda gigante."

Meu primeiro livro de ficção científica. Eu gostei e não vou esquecer tão cedo, pois aprendi e vi que preciso aprender mais sobre tecnologia para no ficar perdida.
 A leitura não foi difícil e mostra com riquezas o futuro. O livro foi escrito em terceira pessoa, a folhas são amareladas, com capítulos pequenos fazendo a leitura fluir rápido.
 O livro é dividido em dois "livros", o livro 1 começa com o acidente e as pesquisas de Ramiro. No livro 2 é após alguns acontecimentos.
 A leitura é surpreendente, com mistério, ambição, sexo e suspense.
 Com a leitura percebemos que a tecnologia aumenta, mas nossas atitudes, pensamentos e atos continua os mesmos.

"Até o secreto dá vida eterna tu tens. Isso deve ser algo muito reconfortante. Não, deve ser sensacional."


Espero que gostem e até a próxima! Beijos.

Resenha do Livro Alice no país do Amor


Sinopse: Alice é uma advogada beirando os trinta anos, que mora em Curitiba e sonha com o verdadeiro amor. O problema é que ela é apaixonada – desde menina – por Max (atual namorado de sua melhor amiga, Helen), nutrindo, por ele, uma paixão platônica.
Esse sentimento se reacende na época da faculdade quando o reencontra como professor do curso de Direito. Alice resolve não revelar que fora sua vizinha quando criança e inicia um flerte com Max, mas a história toma outro rumo quando ele conhece Helen e eles começam a namorar.
Sofrendo com essa paixão não correspondida, Alice conta sempre com o apoio de Alan, seu amigo e confidente, mas vê evaporarem suas últimas esperanças ao saber que Max pediu Helen em casamento. Abalada com a notícia, com a autoestima “no pé” e tentando “dar a volta por cima”, Alice decide ousar, com um vestido pra lá de provocante, justamente na festa de aniversário à fantasia de Helen (em que quase todos estão vestidos como as personagens de Alice no País das Maravilhas) e então desperta — novamente — o interesse de Max, que tenta seduzi-la.
Será que Alice conquistará o homem dos seus sonhos?


Livro: Alice no país do Amor
Autora: Lucilla Guedes
Editora: Chiado
🌟🌟🌟🌟🌟

"Se pudéssemos entrar na própria mente como entramos numa casa, seria uma experiência aterradora."
Alice é uma jovem advogada beirando os 30, que teve uma infância difícil em partes e guardava um amor desde pequena. Seu amor aflora novamente quando ele surge na sua faculdade. Alice achando que agora seria sua hora, tudo muda quando sua amiga Helen entra na jogada e fica noiva dele. O seu melhor amigo Alan a consola, mas seu amor de infância começa a seduzi-lá.
__
Primeiramente por conter algumas coisas relacionadas a Alice no país das maravilhas me atraiu bastante, pois sou apaixonada pela história desde de pequena.
O livro é um romance em que Alice guarda um amor que sempre foi proibido e como muitos de nós ficamos meio bobos é isso que acontece com ela no começo, porém muitas coisas acontece ao seu redor.
É uma leitura leve e fácil de se entender. Escrito em primeira pessoa a autora ressalta os pensamentos de Alice.
A autora trás menções de outras obras "músicas do coração" e "filmes do coração" ao decorrer do livro que nós deixa cada vez mais animados com a leitura.
Um dos pontos que mais me chamou a atenção, foi que eu me vi na Alice, sua bipolaridade e sua insegurança, as vezes precisando de um ombro amigo.
Contudo a leitura do romance foi agradável, alegre e cheia de frases para levar na vida e um final lindo.
"A vida é risível: um rascunho nunca passado a limpo, um ensaio que nunca se transforma em noite de estreia."

Resenha do Livro Eles Precisam Morrer


Autora: Monica Dombroski
Páginas: 302
Editora: Chiado
🌟🌟🌟🌟

Sinopse:
Alicia, Clara e Amanda são três adolescentes que vivem em uma pequena cidade do interior e compartilham uma vida de tédio e poucas perspectivas de futuro.
Elas acreditam que os responsáveis pela vida ruim que levam são as pessoas com quem convivem e, aos poucos, a ideia de eliminar algumas pessoas vai amadurecendo até desencadear uma série de mortes e revelações, trazendo um esclarecimento sobre quem realmente é o responsável pela vida de cada uma.



O livro começa com as três amigas na ponte. Clara está tentando pular, Alicia ao seu lado duvidando de mais uma tentativa fracassada  e Amanda do outro lado da ponte com seu cigarro e sua indiferença  a qualquer coisa que aconteça.
As amigas dividem o mesmo sentimento de querer a liberdade. Alicia quer ir embora da cidade e deixar todos que ela odeia para trás. A esperança dela é que em seu aniversário (que seria naquele dia) seu pai lhe desse o dinheiro para poder ir, mas nada disso acontece e é ai que começa tudo.

"...Viu-se livre de qualquer corrente,
 a sensação era de que podia até voar.
 E isso era assustador..." Pág. 273

Amanda quer continuar sua vida sossegada junto da sua solidão, mas sua avó doente faz de tudo para que todo seu ódio caia sobre a neta.

"...Aumentou o volume lentamente,
sentindo aos poucos o prazer de se 
sentir livre..." Pág. 101

Clara a mais jovem pensa que sua morte é a solução dos seus problemas, que todo seu sofrimento com a obesidade, do seu ódio por si mesma passe, mais não tem a coragem o suficiente para isso, pois pensa que poderia perder muitas coisas em seu futuro. Para piorar seu sofrimento um menino chamado Vinicius só a humilha cada vez mais.

"O peso que ela sentia finalmente era
a o bastante para esmagá-la." Pág. 204

Não quis largar esse livro em nenhum momento, eu queria saber a fundo de todos os porquês daquelas mortes. Todo aquele ódio transformado em mortes cruéis e sem remorso.
Posso dizer que foi um começo meio repetitivo, porém pela escrita com fácil entendimento os sentimentos de cada uma ficam bem claro.
A narrativa é em terceira pessoa tendo Alicia como o "personagem principal", mas deixando Amanda e Clara com suas atitudes bem amostra. Não tive uma opinião formada se gosto ou não de Alicia, de Amanda ou se senti pena de Clara.
A autora soube me surpreender em cada página. Meu entendimento do livro foi que a autora quis mostrar que cada pessoa reage diferente com o que se diz "felicidade" e que nem sempre o que desejamos realmente nós faz feliz e sim só traz mais infelicidade. Claro que matar as pessoas não é bom, mas com o fim do livro vem uma mensagem bem profunda que me fez refletir muito.
O livro é leve, com folhas amareladas e super maleável  que ajuda na leitura.


Quer saber mais sobre esse livro? 
Instagram da Autora: @monicadombroski
Site da Autora para adquirir o livro: http://eles-precisam-morrer.wixsite.com/livro

Espero que gostem e boa leitura lindinhos!!

Meu diário de Leitura


Olá seus lindineos, tudo bom?

Venho trazer minhas respostas e primeiras impressões desse livro para ser apaixonar.

-Onde comprei?
Saraiva na Black Friday de 2016.

-Como foi o primeiro encontro com ele?
Amor a primeira vista.

-O que sentiu?
Muita alegria depois de esperar um tempo para chegar.

-O que mais me chamou a atenção?
O vermelho do título.

-O que achou dá capa?
Amei, porque amo azul e ficou lindo com preto e vermelho.

-E do título?
Super combina com a história.

-Durante a leitura o que sentiu?
No começo da leitura muitos sentimentos afloraram.

-Primeiras impressões dos personagens:

-Melissa: ela é uma boa e dedicada bailarina, mas enquanto ela é ótima ela também é péssima nas suas atitudes com as pessoas sempre arrogante e despressivel.
-Daniel: o garoto do cachecol vermelho, lindo, alegre e sempre prestativo o oposto de Melissa.
-Pedro: "amizade colorida" com Melissa. Ele parece ser um jovem apaixonado e meio agressivo.
-Fernanda: a amiga atirada de Melissa.
-Regina: uma "mãe" que não fica com sua filha e prefere seu trabalho.




Eu estou vivendo um amor e ódio por esse livro, são assuntos que quase ninguém conversa abertamente e são mostrados no livro e a autora faz doações para ABrELA uma instituição que ajuda pessoas com esclerose lateral amiotrófica (ELA) conforme a venda dos livros (Falo mais sobre no próximo post).


Até a próxima meus queridos. Beijos!

Resenha do livro O Orfanato da Srta Peregrine

Autor: Ransom Riggs
Páginas: 335
Editora: Leya
🌟🌟🌟🌟🌟❤

Sinopse:

Tudo está à espera para ser descoberto em O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Nossa história começa com uma horrível tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo, por mais impossível que pareça, ainda podem estar vivas. 






Resenha:

Conta a história de Jacob Portman um adolescente que acredita ter uma vida normal com seus pais ricos, seu avô que acreditam ser louco e um único amigo na escola. 
No entanto tudo muda quando seu avô é morto e Jacob não sabe lidar com isso, mas seu avô deixou pistas de quem ele realmente é.
Para todas as suas perguntas aparecem as respostas e sua grande aventura começa.

 Quando olhei para a capa e o título do livro me encantei e tive que comprar. E quando chegou foi só alegria e vi as imagens a primeira coisa que pensei foi que seria de terror, mas é totalmente ao contrário.
As imagens são demais e bem colocadas no livros se encaixando perfeitamente com o contexto e fazendo nossa mente parecer um filme rodando as imagens. É legal saber no final do livro de onde veio as fotos e quem são seus donos.
Fui lendo ele e pensando o porque de não ter comprado os três de uma vez... Sério me arrependi!
Me apaixonei por cada personagem, por cada detalhe, por cada poder, enfim por tudo. Vou levar esse livro para a vida, porque foi uma leitura prazerosa.
Escrito em primeira pessoa a leitura foi rápida e foi fluindo muito bem e posso dizer que o livro é rico em detalhes e merece nossa atenção. 
Já tinha ouvido algumas críticas negativas sobre o livro em demorar na ação, mas na minha nada humilde opinião prefiro livros que demore a ação e deixe a história bem esclarecida do que um começo "sem pé e nem cabeça".
Enfim recomendo muito esse livro, se não leram deixe um espacinho na estante para ele!


Espero que tenham gostado e até a próxima Lindineos!!

Meu diário de Leitura



Por esses dias quero mostrar meu diário da leitura desse livro que já ouvi
 muito sobre ele e meu interesse só aumentou.

Como funciona:

Do começo ao fim desse leitura mostrarei como foi o primeiro encontro, o
que senti, o que achei da capa, título, o que senti quando estava lendo, se
lembrou algo como música, filme ou algum trecho de minha vida...




E para começar vamos falar um pouco do Livro e da Autora.

Livro: O garoto do cachecol Vermelho
 Autora: Ana Beatriz Brandão                
  Páginas: 291                                           
 Editora: Verus                                        

Sinopse:

O que vale mais: realizar o sonho da sua vida ou viver um grande amor?

Melissa é uma garota linda, rica e mimada, que sempre consegue o que quer e tem todos na palma da mão. Ela acredita que a carreira de bailarina é a única coisa que realmente importa, porém, suas certezas são abaladas quando faz uma aposta com um garoto misterioso, que parece ter como objetivo virar sua vida de cabeça para baixo. 
  De repente, Melissa se vê dividida entre dois caminhos: realizar seu maior sonho, pelo qual batalhou a vida inteira, ou viver um grande amor. Mas, não importa aonde ela vá, todas as direções apontam para o garoto do cachecol vermelho...
 Com esta história intensa e apaixonante, Ana Beatriz Brandão vai emocionar e surpreender o leitor, provando que é uma jovem autora que tem muito a dizer.


Sobre a Autora:

Ana Beatriz Brandão aos 5 anos descobriu um mundo diferente quando leu O Pequeno
Príncipe.
Agora com 16 anos tem mais dois livros lançados Sombra de um anjo e Caçador de almas
com outros já escritos.
Como muitos de nós ela é Targaryen, potterhead, narniana, semideusa e tributo.
Sua paixão em escrever só aumenta.

Por mim que o talento dela só suba e nós tragas cada vez mais mundos
diferentes para apreciarmos e desfrutarmos...

Por aqui é só, mas voltou logo... Beijos e espero que gostem! 


Resenha do Livro O Corvo Negro



Autor: Lucas de Lucca
Páginas: 366
Livro independente
🌟🌟🌟🌟🌟

Sinopse: Ukel mora na capital do reino de Gor em um mundo fantástico repleto de magia e armas mundanas em duelo, mas ele é apenas uma criança. Após as guerras arcanas, a cidade onde vive recebe refugiados do norte e a vida do garoto muda ao conhecer Merienir, uma elfa de cabelos prateados refugiada, e Farem, um órfão de Gor.
O Corvo Negro mostra a escalada de Ukel no mundo do crime até se tornar um coe monstros e malfeitores.
Traição, sangue e malícia guiam o caminho do jovem em uma trilogia empolgante onde o protagonista não passa de um egoísta sem redenção. 

Resenha:


Vou começar falando que a leitura foi uma tentativa de ser em conjunto, mas acho que não funcionou muito. (Kkk)
Tudo começa com um garoto de 10 anos que mora com sua mãe em Gor. Esse garoto se chama Ukel e em uma volta pela cidade ele conhece um jovem órfão Farem e nesse encontro acontece uma atrocidade com uma família de elfos (pai, mãe e filha). No impulso de ajudar a familia  um sentimento aflora e sua primeira morte acontece e salvam a pequena elfa Merienir.
8 anos se passam e a amizade e a fama de ladrões dos três só aumenta.
Com a morte de sua mãe Ukel ficou mais frio e sem sentimentos. Ocasionando um futuro cruel para todos que ousam passar no seu caminho.


Esse é o primeiro livro da Trilogia das Plumas contendo mistérios, magia e orgulho a trama vai se desenvolvendo com pontos mais altos do que baixos deixando o livro bom e viciante.

Foi uma leitura fácil com o tema medieval. Como o autor explicou ele usou licença poética colocando alguns detalhes contemporâneos não deixando a leitura cansativa.



O livro tem um toque especial com detalhes lindo a capa dura, diagramação boa e com folhas amareladas que para mim facilita a leitura.



Escrito em terceira pessoa os atos de Ukel são rápidos sem muitas explicação fazendo o livro mais surpreendente.

Contudo indico muito esse livro, foi uma leitura  boa e rápida para aqueles que gostam do gênero de fantasia será uma grande opção.

Aqueles que se interessar ele é vendido no mercado livro e para mais informações procure o autor. 
Instagram: @lucas2vezes

Por hoje é só, até a próxima Lindineos!  Beijos.


Resenha do Livro Preconceito, Orgulho e Café

 Livro: Preconceito, Orgulho e Café
Autora: Moira Bianchi
Páginas: 197
🌟🌟🌟🌟

 A história mostra o que acontece em um ano na vida de Maria Antônia e Maurício. Duas pessoas diferentes, ela uma jovem rica e ele um advogado com muito esforço. Eles se conhecem depois de pequeno desastre.
 Como uma grande fã a autora se inspirou na obra de Jane Austen, orgulho e preconceito.
Eu particularmente não li nenhum livro da Jane Austen então não sei quais os traços que ela usou de inspiração no livro.  
Claro que gostei do livro relacionado com café eu sou viciada e muitos leitores gostam de uma boa xícara de café ou algo do tipo.
Na infância criei uma relação de natureza puramente afetiva com a cafeína: minha avó fazia café muito doce para o lanche dos netos. Na adolescência, a cafeína tornou-se parceira fiel de noites viradas estudando para provas e terminando projetos na faculdade.
                               Pág. 5


No começo me perdi um pouco por ser escrito em terceira pessoa com muito diálogo, mas conforme a leitura do livro vem o entendimento.  Indico esse livro para aqueles que gostam ou querem ler um romance hot.
Contudo o final deixa saudade do  casal, porém foi bem explicado o que acontece depois desse um ano na vida do casal.


            "Durante o dia juntos fizeram passeios  de turista, roubaram beijos sempre que um ou outro estava distraído..."                                                                        Pág - 68

Esse é o segundo livro de romance dela escrito em português.
Espero que tenham gostado e até a próxima resenha!  Beijinhos

Sobre a Autora

   Jhey Lee

Autora do livro Feridos, uma série que mistura ação, drama,
romance e muitas surpresas. Autora do livro Contos de Terror/para ler
antes de dormir, o título diz tudo.
Paranaense, formada em Letras Português Inglês pela
Universidade Tuiuti do Paraná.
Amor incondicional por Deus, por meu marido e por minha família.
Apaixonada por livros.
Fã de J. K. Rowling, Virginia Woolf, Edgar Allan Poe, Meg Cabot,
Mary Shelley, Pedro Bandeira... A lista é enorme!
Amo assistir vídeos literários. Gosto muito de ver as meninas
falando sobre as leituras da semana, o que receberam nas caixinhas de
correio, metas literárias...
Aprecio música oriental, especialmente Japonesa e Sul Coreana, e
gosto muito de Doramas, que são as séries orientais.
Eu amo ter muitos cadernos, post its, papéis coloridos, canetas
coloridas... Eu gosto muito de escrever a mão, tanto que até tenho um
calo no dedo (rsrsrsrsrsrs). Eu costumo anotar as minhas ideias nos
cadernos, ou post it, e crio cenas inteiras a mão para depois passar para
o computador.
Ler e Escrever são duas Artes Maravilhosas. Excelsas!
Acredito que a leitura proporciona vida e sonhos, e independente
do que aconteça, escrever é o que sei, é o que sou. Vou escrever até o
meu último suspiro.
A leitura sempre foi algo tão essencial quanto o ar que respiro e a
escrita é o próprio ar.
Há uma frase que gosto muito de deixar para reflexão...
Lute por seus sonhos. Só você pode realizá-los. Com perfeita
maestria.


#jheyleeferidos
#jheyleecontosdeterror
#deixeferidostransformarvoce

                                                              Livro Feridos



Livro Contos de Terror

Instagram da Autora: @lee_jhey_autora
Facebook da Autora: Jhey Lee

Sobre a Autora


         Moira Bianchi

é arquiteta de formação, escritora de coração com insaciável necessidade de contar romances apaixonados e apaixonantes, vários inspirados em Jane Austen.
Mora no Rio de Janeiro com seu marido e filho, adora ver o sol nascer atrás do Pão de Açúcar quando corre e um chopinho com amigos.

   
         Livros em português:
- 45 dias na Europa com Sr. Darcy
- Preconceito, Orgulho e Café
-Contos de Fim de Ano
- Três chances para o amor


Novidades estão por vim e logo logo mostro detalhes...


Instagram da Autora: @moirabianchiauthor

Sobre o Autor

  Fábio Mourájh



nasceu em 27 de Junho de 1986, é natural de Fortaleza-CE. É um autor de ficção cientifica que aborda em suas obras histórias de contexto humanístico com um forte viés social. Fábio é formado na área de comunicação social em publicidade e propaganda, mas foi na literatura que encontrou sua principal paixão e forma de expressar sua necessidade de contar histórias pautadas sempre na reflexão da condição humana utilizando-se de suas habilidades enquanto astrônomo amador e estudioso de história crítica. Esse jovem escritor debutou no cenário literário nacional com inovador livro 


Decrépitos – Aqueles que herdaram a Terra (2016). Livro que chegou já causando grande impacto no cenário da literatura nacional. Recebendo diversas críticas aclamando seu viés de originalidade. A história de Decrépitos se passa num futuro longínquo onde a humanidade já não é a raça dominante na terra. Uma nova espécie chamada de Elevados agora conduz a humanidade seguindo preceitos religiosos cristãos. Porém nem todos estão satisfeitos com os rumos que o mundo tomou. Intrigas, traições e mortes podem ser o prelúdio de algo muito pior que está por vir.
Decrépitos é uma história que se utiliza da ficção para abordar questões sérias como a condição de vida das crianças de rua, criminalidade, religião vs ciência e muito mais. O livro vem sendo aclamado pela crítica especializada e recebeu o título de um dos melhores do gênero de ficção científica nacional pelo Burnbooks em 2016.

Instagram do Autor: @fabiomourajh

Resenha do livro A garota no gelo






Autor: Robert Bryndza
Páginas: 334
Editora: Gutemberg
🌟🌟🌟🌟🌟

Andrea é uma jovem de 23 anos de família rica, que foi brutalmente assassinada e seu corpo é encontrado num rio com as mãos amarradas e em um lugar totalmente diferente de onde frequenta.

A trama começa com a investigação de Erika Foster, uma grande detetive que acabou de passar por um trauma que mudou sua vida a 10 meses atrás a fazendo olhar o mundo com outros olhos.

Erika enfrenta um grande dilema em seguir seus instintos, pois a família de Andrea não concorda que ela fique a frente da investigação mais sim o outro detetive chamado Sparks.

No decorrer dá história segredos de Andrea vão surgindo e mais duvidas aparecem fazendo que seus pais só fiquem contra a Detetive e a vida de Erika só piora com a situação.

Mais uma morte acontece e tudo para Erika vai de água abaixo e fica a pergunta: Qual será o futuro da Detetive Erika?

Que final foi esse?  me surpreendendo com a reviravolta e o desfecho do livro que pensei "nossa, não acredito".

O livro foi escrito em terceira pessoa mostrando não só Erika, mas como alguns pensamentos do assassino e gostei disso, deixou mais mistério no ar.
                                         
                                "A figura sorriu, se abaixou e 
                                  recuou rapidamente, mesclando-se
                               às sombras no beco escuro."                                                                     Pág. 118


Com certeza foi um livro que prendeu minha atenção com muitos detalhes, que me fez ter vontade de estar lá com Erika investigando o caso, prendendo o suspeito. O livro deixa uma sensação de quero ler mais.

Para minha felicidade, para as que leram e gostaram. No livro diz que logo veremos a Detetive Erika Foster novamente e para os que não leram e gostam de ficção policial ta ai uma boa dica de Leitura.



                            Espero que gostem da resenha e até a próxima...                          

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo